fbpx

Julie Duarte

Seu blog de maquiagem, beleza e muito mais!

Se hoje fosse o meu último dia

Pensamentos malucos vêm e vão. E eles sempre rendem textos. Ou algo próximo a isso.

Enquanto o ônibus corria por aí, eu estava de olhos fechados, escutando Who knows, uma canção da Avril Lavigne que eu adoro. Sem querer, um dos trechos do refrão (“eu vou viver hoje como se fosse meu último dia“) me chamou atenção e me vi pensando nele, mais que o normal.

Imaginei que, realmente, hoje fosse meu último dia. Minha mente se encontrava meio lerda, culpa da noite mal dormida, então peço que perdoem meu momento meio “brisada”. Voltando à música… Comecei a pensar sobre o que eu faria se amanhã tudo se acabasse. Mas só eu saberia disso. O pensamento era meu, eu seria um pouco egoísta.

A primeira coisa que veio em minha mente foi fugir. Não sozinha, mas com alguém. Alguém que, quando você pensa na palavra “alguém”, é o primeiro a aparecer em seu pensamento. O nome veio automaticamente e nem precisei pensar muito.

Eu o chamaria para conversar. Não de qualquer jeito, mas com aquele tom de “preciso-falar-com-você”. Ele entenderia que havia algo a mais. Ou não. Ele é meio lerdo, assim como minha mente estava hoje. Características a parte, falaria tudo o que vocês já estão cansados de ler em meus textos. Só que dessa vez, seria na frente dele.

Então, eu entrelaçaria nossos dedos. Colocaria suas mãos em minha cintura e, enquanto nossas respirações iam se perdendo por aí, beijaria seus lábios. Nós iríamos quebrar nosso beijo com um sorriso e eu o pediria para fugir comigo. Seria egoísta de novo. Eu não iria me importar com o lugar, desde que ele estivesse lá. Nós iríamos curtir o pôr do sol. E viveríamos felizes para sempre. Um sempre curto, mas o suficiente para uma vida. Ou melhor: para meu último dia.

3 comentários em “Se hoje fosse o meu último dia

  1. Agora estou me perguntando o mesmo. O que eu faria se amanhã fosse meu ultimo dia? hmm, certamente a primeira coisa seria faltar ao colégio. haha

    Beijos,
    santaironia.blogspot.com

  2. E quantas vezes nós já desejamos que fosse o último dia para que púdessemos fazer o que desse vontade sem culpa, sem medo do arrependimento? Poder viver aquele amor proibido sem medo de ser julgada, sem medo do que estaria por vir?
    Adorei o texto Jú!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copie a make: Olivia Rodrigo! Makes com foco na boca!